• ViraLata Digital

Quem são os defensores da sua marca?


Neste post, iremos mostrar o que são os Defensores de Marca e como eles podem te ajudar no aumento de vendas.


O mercado está cada vez mais acirrado. Um possível diferencial em meio a tantos concorrentes é o Marketing de Conteúdo, ou seja, desenvolver um conteúdo de qualidade para nutrir clientes e formar defensores de marca.


Para saber mais sobre Marketing de Conteúdo, acesse nosso post.


Afinal, quem são esses Defensores da marca?


Você certamente já comentou com seus amigos sobre uma marca que se identificou, fazendo, sem nem ao menos perceber, uma propaganda gratuita daquele negócio. Os defensores da marca são estas pessoas, como você, que promovem voluntariamente um produto ou serviço por sentirem forte admiração ou, até mesmo, carinho. Eles são os reais motivadores da sua empresa e os que mais tem capacidade de oferecer retornos aos seus investimentos.


Sendo assim, ter um cliente ou um propenso consumidor que compartilha, seja nas redes sociais ou no boca a boca, aspectos positivos da sua marca, traz engajamento e potencializa conversões.


E como fazer para que pessoas criem laços com seu negócio?


A melhor forma de atrair clientes e defensores de marca é criando um bom conteúdo. E a partir de e-books, posts, promoções e entre outros meios que você consegue trazer confiança e reputação. Além disso, criar um diálogo com o consumidor faz com que ele se sinta mais próximo de todas as crenças do seu negócio.


Criar um conteúdo que ajude as pessoas a melhorar a qualidade de vida e que otimizem suas rotinas exaustivas é uma ótima maneira de atrair mais clientes. Da mesma forma, mostrar os bastidores da marca de maneira leve e verdadeira, humaniza sua imagem.


Lembrando:

Existem tipos diferentes de conteúdos para cada etapa do seu funil, ou seja, que vai desde o primeiro contato do cliente com a marca até a compra de fato.

Para recordar o que é o funil de vendas, clique aqui no nosso post.


- Artigos de atração: conteúdo voltado para aqueles que buscam responder dúvidas simples, o que desperta uma necessidade no cliente, por exemplo posts de blogs;

- Conteúdo de nutrição: disponibiliza uma educação mais aprofundada sobre uma questão específica do consumidor. Nessa etapa, o possível cliente começa a considerar o seu produto/serviço. Como exemplo de conteúdo temos e-books, webinars, guias e tutoriais;

- Conteúdo de consideração: aqui nos encontramos na última fase do funil de vendas, aquela que dialoga diretamente com os leads qualificados sobre o produto/serviço oferecido pelo seu negócio como solução. Aqui temos conteúdos como cases, campanhas de email e conteúdo exclusivo.


Conclusão

O seu conteúdo pode cativar novos usuários, despertando no público curiosidade ou um desejo de resolver problemas. Além disso, é a melhor forma de atrair defensores de marca, fazendo com que o conteúdo sirva como meio informativo e de engajamento.


Ter pessoas que divulguem a nome do seu negócio por espontânea vontade não tem preço. Portanto, capriche no conteúdo e faça com que sua empresa ganhe cada vez mais defensores.


Eaí? Gostou da nossa publicação? Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, pode deixar nos comentários que responderemos o mais rápido possível.

© 2019 por ViraLata Digital

Siga a ViraLata:

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle